Banda caxiense Rota Lunar lança álbum Vertente, O Que Fica na Memória

06 Setembro 2017

A caxiense Rota Lunar revisita suas origens no lançamento do novo trabalho. Intitulado Vertente, O Que Fica Na Memória, o álbum é formado por 14 canções que marcaram a trajetória da banda, nascida em 1978 como Musical Vertente. O material inédito, que tem financiamento do Financiarte, da Prefeitura de Caxias do Sul, adota uma roupagem fiel às tradições do grupo. O show de lançamento está agendado para 16 de setembro, às 14h, na Hotmusic em Caxias do Sul (Rua Coronel Flores, 367), com entrada franca. A apresentação será intercalada por comentários da banda sobre a história das canções.

Entre as músicas, convivem gêneros como o nativista, a balada, a toada, o rock, a MPB e o blues, com uma levada essencialmente acústica. Por meio de uma linguagem poética, as letras de Selestino Oliveira transmitem uma visão questionadora sobre os momentos vivenciados na trajetória da banda. São contemplados temas que inquietavam sua geração: crítica social e política, discussão ética, ecologia e preservação da cultura regional, a busca da simplicidade, além de sentimentos e romantismo. 

Memória

O baterista João Geraldo Silveira exalta as boas lembranças trazidas pelo trabalho com as canções que marcaram o início da trajetória da banda, como o cuidado na preparação de cada show e as amizades que se consolidaram a partir da música. Povoam as memórias do grupo, ainda, o clima de expectativa dos musicais, o enfrentamento da precariedade técnica dos palcos com bom humor, os ensaios dos oito músicos em um quarto de solteiro, envolvidos pelo aroma do pão no forno, feito pela mãe de Selestino e Vasco, e as longas viagens com seus equipamentos em um Fiat 147.

A preparação do CD procurou reproduzir com fidelidade o estilo de execução das músicas à sua época, com arranjos próximos dos originais em uma formatação mais enxuta. “Partimos da audição dos poucos registros em fita cassete e, principalmente, da memória”, explica. “É um trabalho feito para quem viveu a cultura local dos anos 80 recordar e para as novas gerações conhecerem canções que, mesmo falando de seu momento, permanecem atuais em sua essência poética e musical”, define.

Rota Lunar

Formada por Selestino Oliveira (voz, vocais e violão), Vasco Machado (violão, viola, charango e vocais), João Geraldo Silveira (bateria e percussão) e Jonas Reis (baixo, teclado, violão e vocais), a Rota Lunar tem origem no Musical Vertente. Nascido a partir dos encontros proporcionados pelos festivais estudantis, em 1978, o Musical Vertente atuou com essa denominação até 1993. Produziu novos shows a cada temporada e participou de festivais, chegando a ser considerado o conjunto independente de maior constância em Caxias do Sul. Depois de um período de recesso, os integrantes retornaram ao palco em 1995, com a denominação Rota Lunar, mantida até hoje. Durante sua carreira, o grupo teve várias formações e os músicos Selestino Oliveira, Vasco Machado e João Geraldo Silveira, que fazem parte do conjunto atualmente, estiveram na formação original. Sob o financiamento da Lei de Incentivo à Cultura, em 2004 a banda lançou o CD intitulado Sobre a Cidade, em que musicou poemas de escritores de Caxias do Sul e Região. 

Serviço:
O quê:
 Show de Lançamento do CD Vertente, O Que Fica Na Memória, da banda Rota Lunar

Quando: 16 de setembro, às 14h

Onde:  Hotmusic Caxias do Sul (Rua Coronel Flores, 367)

Entrada franca

Valor do CD: R$ 15,00

O álbum estará à venda na Hotmusic, na Molduraria Caxiense, no Galpão do Tio Ci e na Decora Artesanatos.

Financiamento: Financiarte, da Prefeitura de Caxias do Sul

Ficha técnica:

CD Vertente, O Que Fica Na Memória, da banda Rota Lunar

Letras e músicas: Selestino Oliveira

Músicos Banda Rota Lunar: Selestino Oliveira (voz, vocais, violão), Vasco Machado (violão, viola, charango e vocais), João Geraldo Silveira (bateria e percussão) e Jonas Reis (baixo, teclado, violão e vocais).

Participações especiais: Rafael De Boni (acordeão, faixas 2, 3, 7 e 8), Marcos De Ros (guitarra, faixa 11), André Tamanini (guitarra, faixa 9) e Marcelo Taynara (efeitos vocais, faixa 4)

Produtor musical: Valdir Verona

Produção: Rota Lunar

Arranjos: Rota Lunar (arranjos faixas 8 e 14: Jonas Reis )

Gravação e mixagem: Studio Secreto

Técnico: João Geraldo Silveira 

Projeto gráfico, foto de capa e texto: João Geraldo Silveira

Arte: Lorigraf

Produção executiva: João Geraldo Silveira

Produção cultural: Ricardo Tonet Dini

Rota Lunar - capa CD. Crédito João Geraldo Silveira

Comentários

Receba nossa newsletter

Cadastre-se e receba conteúdos relevantes
no seu e-mail.


É rápido, fácil e gratuito.